Pelotas, RS, Segunda, 10.01.2005
Edições 2004
 
Adicionar Diário Popular aos favoritos
Diário Popular como página inicial
Favoritos
Pag. inicial
Capa
Charge
Contracapa
Seções
Cidade
Economia
Esporte
Exterior
Nacional
Polícia
Rural
Zona sul
Colunas
Artigo
Editorial
Espeto Corrido
Horóscopo
Instantâneos
Ponto de Vista

 


 

Polícia: Número de ovos de tartaruga surpreende

Diário Popular

Foram preciso dois dias de trabalho, ontem e sábado, para a remoção dos 10.037 mil ovos de tartaruga-trigre-d'água, apreendidos na tarde de quinta-feira em duas propriedades rurais, no interior de Rio Grande. A quantidade surpreendeu os policiais da 7ª Companhia Ambiental e os técnicos do Ibama e do Laboratório de Manejo e Conservação Ambiental da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), que participaram da ação. "Foi fantástico", relatou entusiasmado o professor Alex Bager, do Laboratório.
Na quinta-feira, quando foi feita a apreensão estimava-se que 7,5 mil ovos estariam sendo criados em cativeiro. Os embriões foram levados para um terrário na Estação de Piscicultura da UCPel, onde ficaram pelos próximos quatro meses.
Parte desses embriões, aproximadamente 2,5 mil, foi perdida por motivos naturais ou por terem sido transportados de forma incorreta pelos criadores, salientou Alex Bager. Na tarde de ontem alguns ovos eclodiram. "As tartarugas devem permanecer por aqui até crescerem e ficarem fortes para sobreviverem no meio ambiente", acrescentou o professor.
Durante esse tempo a condição física delas será analisada. A UCPel também pretende desenvolver trabalho de educação ambiental em escolas das comunidades em que esse tipo de cultivo ilegal ocorre. "No ano passado atacamos a outra ponta, a dos compradores", lembrou. A soltura deve ocorrer entre os meses de abril e maio, no Laranjal, com a participação das crianças desse projeto.
As tartarugas-tigre-d'água crescem até 30 centímetros e vivem no meio ambiente até aproximadamente 25 anos. Em razão do volume de ovos, o trabalho no Laboratório irá aumentar muito, por isso o coordenador do curso de Manejo e Conservação Ambiental solicita a vinda de estagiários dos cursos de áreas afins. Contatos pelo e-mail abager@uol.com.br.
NOVA OPERAÇÃO
No sábado pela manhã a 7ª Companhia Ambiental fez outra operação de busca na Ilha da Feitoria, porém só foram encontrados canteiros onde se colocam os ovos. Segundo o capitão Márcio André Facin, pelo estado, esses criadouros não são recentes, devem ter sido feitos há um ano.
Ana Cláudia Dias


»Polícia

 
 
Melhor se visualizado com Internet Explorer 5.0 ou superior resolução mínima 800x600.
- www.diariopopular.com.br - Todos os direitos reservados a Gráfica Diário Popular Ltda.
Rua XV de Novembro, 718 - Telefone:(0xx53) 284-7000 - Pelotas/RS