Pelotas, RS, Sexta, 14.04.2006
Edições 2005
 
Adicionar Diário Popular aos favoritos
Diário Popular como página inicial
Favoritos
Pag. inicial
Capa
Charge
Contracapa
Seções
Cidade
Cultura
Economia
Esporte
Estado
Exterior
Nacional
Polícia
Rural
Zona sul
Colunas
Artigo
Editorial
Espeto Corrido
Instantâneos
Ponto de Vista
Turfe
Cadernos
@dolescendo

 


 

Estado: Bandido Seco é baleado e preso pela polícia



O bandido mais procurado do Rio Grande do Sul, José Carlos dos Santos, o Seco, foi preso na madrugada de ontem, após troca de tiros com a polícia no município gaúcho de Fazenda Vila Nova, próximo de Lajeado. Ele abastecia um Audi prata, com placas de Porto Alegre, num posto de combustíveis no km 373 da BR-386. Junto com Seco também foi ferido e preso Carlos Henrique Fernandes, 29 anos. Seco portava fuzis AK-47, fuzil 762, um saco com pistolas e munição.
O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) realizou o cerco ao posto de combustíveis. Seco tentou fugir e colidiu o carro com um caminhão que estava no local. Após troca de tiros com os criminosos, um policial foi alvejado na mão.
Seco e Fernandes foram atendidos em duas ambulâncias da concessionária da rodovia, sendo levados para o Hospital de Pronto-Socorro (HPS) de Porto Alegre sob forte esquema de segurança.
Seco era procurado por assalto a banco, carro-forte e suspeito de ter sido mentor do roubo à empresa Proforte, segunda-feira, em Santa Cruz do Sul. No início do ano, num camping de Curumim, no litoral norte gaúcho, um menino de três anos foi morto na troca de tiros entre a polícia civil e a quadrilha de Seco numa tentativa de prisão ao assaltante.

Marginal deixa HPS e vai para a Pasc

A Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc) é o destino do bandido mais procurado do Rio Grande do Sul: José Carlos dos Santos, 26 anos, o Seco. O assaltante de bancos e carros-fortes deixou o Hospital de Pronto-Socorro (HPS) em Porto Alegre para ser autuado em flagrante no Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma. Depois de prestar depoimento, foi levado para o presídio mais seguro do estado.
Desde a madrugada de ontem, Seco estava no HPS. O criminoso foi internado ferido com três tiros, um nas costas e dois na perna esquerda, após reagir à tentativa de prisão. Duas equipes do Deic o detiveram, junto com o comparsa Carlos Henrique Fernandes, 28 anos, por volta das 3h no quilômetro 373 da BR-386 em Paverama. A operação, entretanto, começou há três meses.
“Há cerca de 90 dias, criamos uma equipe dentro do Deic com o objetivo específico de capturar o Seco. Da quadrilha originária, somente ele não estava recolhido”, explicou o delegado Ranolfo Vieira Júnior.
A força-tarefa era formada pelas delegacias de Roubos e Extorsões, Capturas e Roubo a Cargas e Defraudações. Desde a última segunda, a polícia intensificou as buscas. A transportadora de valores Proforte foi assaltada em Santa Cruz do Sul. Na ação, o capitão da Brigada Militar André Sebastião Santos dos Santos, 34 anos, morreu durante confronto com os bandidos. A polícia tinha certeza da participação de Seco.
O grupo recebeu a informação de que o bandido estaria em Viamão. Um cerco foi montado, mas ele conseguiu fugir. Foi descoberto enquanto abastecia o carro no posto de combustíveis Rosinha. O confronto com a polícia foi intenso e durou cerca de quatro minutos: mais de 200 tiros foram disparados.
“A partir da prisão, esperamos exterminar o poder de reagrupamento da quadrilha. A prisão dele é um marco inicial para a prisão dos demais integrantes”, analisou o titular da Delegacia de Roubos e Extorsões, Helimomar Franco.
Desta forma, o trabalho da polícia irá continuar. Durante a manhã, duas pessoas foram detidas em Lajeado com suspeita de participação na quadrilha. Seco é considerado responsável por pelo menos nove crimes envolvendo assaltos a bancos e carros-fortes no RS e também em Santa Catarina. Três advogados vão analisar os processos e defendê-lo.


»Estado

 
 
Melhor se visualizado com Internet Explorer 5.0 ou superior resolução mínima 800x600.
- www.diariopopular.com.br - Todos os direitos reservados a Gráfica Diário Popular Ltda.
Rua XV de Novembro, 718 - Telefone:(0xx53) 284-7000 - Pelotas/RS